KUMHO MOTORSPORT PORTUGAL by ASR TYRES

KUMHO vence e concence no “Safari” português

Vitória, dobradinha e 8(!) carros KUMHO no Top 10 de Oliveira do Hospital, transformando esta jornada num rali de sonho!

O Rali Tábua Oliveira do Hospital, segunda prova do DESAFIO KUMHO CENTRO e do DESAFIO KUMHO TERRA, foi uma saga épica. As más condições meteorológicas transformaram a prova da Escuderia Castelo Branco num autêntico “mini Safari”, disputado nas belas classificativas de terra do planalto beirão.

Com uma excelente organização, o rali incluía nove especiais de classificação, das quais 6 tiveram pneus KUMHO a vencer à geral e, nas outras 3, foram também KUMHO os pneumáticos que estiveram na liderança dos tempos dos concorrentes do Campeonato Centro de Ralis.

E foi nesta prova que chegou a primeira vitória da época de Fernando Teotónio e Luís Morgadinho. Já era bem merecida e foi construída pela dupla do Mitsubishi EVO IX com um domínio quase total. Venceram 5 troços à geral, ficando ainda na frente do CCR em mais dois.

No fecho da prova deram mais um triunfo absoluto aos KUMHO, o 3º desta época!

Em grande estiveram também Armando Carvalho e Ana Santos. A competirem no seu piso de eleição, levaram o EVO V à vitória numa especial, sendo uns justos 2ºs classificados no rali e contribuindo assim para uma dobradinha KUMHO na prova.

E fica para a história a presença de 8 equipas KUMHO no Top 10 absoluto final. É obra!

A saber, Carlos Valentim e Luís Ribeiro (Mitsubishi EVO) foram 3ºs KUMHO e 4ºs da geral.

A lista KUMHO reserva todas as posições seguintes até ao 9º lugar.

Daniel Ferreira e Rodrigo Pinheiro, num Carisma GT, foram 5ºs da geral e 4ºs KUMHO, logo seguidos de Luís Simões e Flávio Lopes, também em Mitsubishi, cabendo ao Subaru Impreza de Rui Santos e Eduardo Santos assegurar o 7º posto da geral e o 6º entre os KUMHO.

A vitória na Divisão 2 nos desafios KUMHO foi alcançada, após um excelente rali, por Diogo Simões e Tiago Neves. Não só se impuseram no desafio como foram a melhor dupla das duas rodas motrizes no rali e colocaram o Renaul Clio RS num magnífico 8º lugar da geral.

Atrás de si, em 9º do rali e 7º KUMHO na divisão 1, Nuno Mateus e Paulo Pimentel (Mitsubishi EVO IV) contribuíram para o domínio imperial dos KUMHO.

Na divisão dois dos desafios KUMHO, a 2ª posição foi reclamada por Filipe Matos e Nuno Carvalhosa (Peugeot 206 GTi), enquanto Filipe Abrantes e Luís Cavaleiro levavam o Citroen C2 R2 ao 3º posto nesta divisão.

Logo atrás, Gonçalo Henriques e Tomás Branco (Renault Clio) logravam terminar em 4º na divisão KUMHO reservada às duas rodas motrizes.

Continua a “série negra” de Fernando Peres e José Pedro Silva. Foi o terceiro rali com problemas e o segundo abandono consecutivo por avaria mecânica. Está a ser uma época difícil para a Peres Competições.

Também por avaria mecânica, ficaram fora de prova os Mitsubishi de Gaspar Pinto/Bernardo Gusmão e de Paulo Ferraz/António Alexandre.

Os problemas técnicos estiveram ainda na origem dos abandonos de mais 5 equipas KUMHO, a saber, David Lucas/Roberto Santos, por quebra do motor, Rui Mendes/Tiago Amado, com a Direção partida.

Cedência das mecânicas foi a origem da toalha ao chão de José António Marques/ Ricardo Amaral e Pedro Duarte/Hugo Natal.

Mas o prémio da fava do rali vai para David Santiago/Ricardo Bettencourt, que nem arrancaram para a prova com problemas no seu carro.

Muito rápidos enquanto em prova, Alexandre Ferreira e Paulo Amorim desistiram, por despiste, tal como Luís Almeida/Marco Vilas Boas, que também saíram de estrada.

Deixe um comentário